WEB RADIO BALANÇO

MUSICA PARA FESTA

INICIO: 24/04/2008
MUSICAS POSTADAS: 45.540
FESTAS: 3.171
SETS: 575
GB: 246

!!! SEMPRE SERA DOMINGO !!!

PAULO BROTHER.

PROCURE SUA FESTA

quinta-feira, 23 de abril de 2009

MUSICA PARA FESTA 843 CREEDENCE

Galera Festeira.
A Banda que eu considero a numero 1 !!!
Creedence Clearwater Revival, John Fogerty e companhia !!!
Com eu jeito cCountry, seu Rock muito alegre John Fogerty com sua voz e sua guitarra eternizou muitas musicas.
Nesta festa trago musicas que nem sempre ouvimos do Creedence, mas que tem uma lado festeiro muito bacana.
Pra rapaziada, muito Rock !!!
Essa vai para o DJ LU !!!
Paulo Brother.
John Fogerty !!!

Vejam o texto retirado do http://www.socreedence.com.br/

No final dos anos 60 e princípio dos 70, quando o rock explodiu em uma variedade de estilos e correntes, surgiu o Creedence Clearwater Revival, um dos grupos mais deliciosamente naturais da era do rock. A banda aconteceu em plena febre vanguardista, quando o estilo do grupo não podia ser mais esquemático, um rock’n’roll baseado no country blues rural. O responsável por este fenômeno foi John Cameron Fogerty, cantor, guitarrista, compositor e arranjador. As origens da banda estão na fase escolar de John, do baixista Stuart Cook e do baterista Douglas Clifford. O irmão de John, Thomas Fogerty, guitarra ritmo, completou a formação logo depois.

Nascidos em Berkeley, Califórnia, os irmãos tinham suas bandas; John com The Blue Velvets (que incluía Cook e Clifford) e Tom com Spider Webb & the Insects (que assinou com a Del-Fi Records, mas nunca gravou nada). Em 1959, Tom passou a ser o vocalista líder dos Blue Velvets e gravaram três obscuros singles para a gravadora Orchestra, com o nome de Tommy Fogerty & the Blue Velvets, em 1961 e 1962. Após assinarem com a Fantasy Records, mudaram seu nome para The Golliwogs (para parecerem ingleses) e gravaram seis singles.

A ascensão da música californiana, em 1966 – 67, muda o estilo do grupo, que no final de 67, troca mais uma vez de nome. Em junho de 68, aparece o primeiro Lp do grupo, Creedence Clearwater Revival. Re-gravaram a música de Tom, Walk On The Water, creditada agora, aos dois irmãos, mas o êxito aconteceu graças ao single Suzie-Q (uma cover de Dale Hawkins). O segundo álbum, Bayou Country, foi lançado em janeiro de 69 e ganhou um disco de platina. O single, tirado dele, desta vez a autoria de John, alcança o topo da parada: Proud Mary, reconhecido como um clássico dos 45 rotações.

John nunca viveu no chamado Bayou Country, provavelmente nunca “hitched a ride on a river boat queen”, contudo suas canções possuem as marcas da verossimilhança. Do Lp Green River, saíram singles que venderam 2 milhões de cópias como Bad Moon Rising e Green River, ao lado da magnífica Lodi. Uma turnê pela Europa traz mais fama e novas aclamações. O album Cosmo’s Factory contém 3 singles de ouro: Travellin’ Band, Up Around The Bend e Lookin’ Out My Back Door. O álbum vendeu três milhões de cópias e ganhou quatro discos de platina. A revista Rolling Stone, nomeou Creedence como a Melhor Banda Americana de 1969, e a Billboard colocou-os como Top Singles Artists daquele ano. O Creedence foi o segundo mais alto nome no cartaz do Festival de Woodstock.

Apesar de aparecerem indícios de um estresse interno, em dezembro de 1970, lançaram o sexto álbum, Pendulum, uma tentativa de expandir a fórmula básica, aquém das expectativas. Tom deixou a banda em fevereiro de 71, para uma carreira solo, e o trio resultante fez uma turnê internacional (que resultou no álbum Creedence – Live In Europe), mas começou a transparecer que Cook e Clifford consideravam apenas uma fachada para as aspirações de John. Depois do single Sweet Hitch-Hiker, veio o último álbum da banda: Mardi Gras. O Creedence acabou oficialmente em outubro de 1972. Porém, em 1974, a banda se reuniu pela primeira vez para gravar algumas faixas do álbum de Tom, Zephyr National, e outra reunião aconteceu no seu casamento, em 79. Uma última reunião aconteceu em 83, para a festa de sua antiga escola. Tom, com problemas respiratórios, foi internado para uma intervenção cirúrgica, sendo contaminado pelo vírus do HIV. Faleceu no dia 6 de dezembro de 1990. Stu e Doug, sem a liberação de John para o uso do nome da banda, formaram o Creedence Clearwater Revisited, e John Fogerty, numa carreira solo de grande sucesso, lançou em 2007 o mais recente disco, chamado simplesmente Revival. Texto: Mutuca Weirauch

O Creedence Clearwater Revival foi uma banda americana de rock and roll, com forte influência da música country, do blues e da psicodelia, principalmente em seu primeiro disco, de 1968 — como quase todas as bandas na época, que estavam sob a influência arrebatadora do álbum Sgt. Peppers, Lonely Hearts Club band, dos Beatles. Formada por John Fogerty (guitarra e vocais principais), Tom Fogerty (guitarra), Stu Cook (baixo) e Doug Clifford (bateria) que, sob outras denominações, tocavam juntos desde 1959, adotaram o nome Creedence Clearwater Revival em 1967, com o qual lançaram as primeiras gravações em 1968.

O nome Creedence Clearwater Revival surgiu pela junção do nome de um amigo de Tom Fogerty chamado Credence Nubal (com apenas u "e" mesmo) e pelo nome de uma cerveja chamada Clearwater. O Revival foi uma espécie de "piada", pois até então, a banda fazia um som com inflluências do rock dos anos 50, e ao trocar de nome deram uma guinada para um tipo de música completamente diferente do que faziam até então.


SOLID ROCK RADIO COM TATAH ROCKER

Galera Festeira.
Tatah Rocker, integrante da Equipe M.P.F., entrou para mais um time de peso !!!
Esse texto abaixo foi retirado do site da Radio.
"Bem vindo à Solid Rock Radio!

Em primeiro lugar, o perfil deste espaço é o perfil não comercial.

Privilegiamos o Lado B, aquele som que está fora de catálogo, aquele bootleg, aquela banda que não deu certo e por aí vai. Nada contra aquilo que é ou já foi clássico ... mas a intenção é dar chance ao som de qualidade comparável (e às vezes, de qualidade superior) que ainda não teve seu espaço e ficou mofando na história. Tocamos música para os “iniciados” e para os ávidos ouvidos que ainda estão se iniciando nesse universo.

Atualmente a Solid Rock Radio está com uma média de 4.600 ouvintes fixos/mês.

A motivação para tudo isto aqui é a paixão pela música, pelo Rock n’ Roll. É o som que ferve nosso sangue. Não contentes em nos deliciar sozinhos com esse mar de pérolas do Blues e do Rock em suas diversas vertentes, viemos aqui para dividir isso tudo com os ouvintes de boa vontade. Nas 24 hs de operação diárias em que estaremos por aqui, pode ter certeza que só vai rolar a nata do som."

O Tatah vai comandar o programa ROCKABILLY ATTACK e sera quinzenal aos sabados.
Muita raridade e só o lado B como a propria rapaziada da Solid Rock informa.
É isso ai Tatah !!! Parabéns pela sua participação em um projeto tão legal !!!
Muito sucesso !!!
Paulo Brother.